A História da Guerra do Vietnã

A História da Guerra do Vietnã é um livro que retrata esse conflito de maneira ampla e abrangente, desde suas raízes na luta contra os colonizadores franceses até a reunificação do país, após a derrota do sul, apoiado pelos Estados Unidos.

A Primeira Guerra da Indochina

O livro se inicia com as origens do conflito, ainda durante a Segunda Guerra Mundial, quando os comunistas, liderados por Ho Chi MInh, lutaram contra o domínio japonês.

Após um período turbulento que se seguiu à rendição do Japão, o Vietnã voltou ao controle da potência colonial, provocando o que os autores classificam como a “Primeira Guerra da Indochina”, travada entre 1946 e 1954. Essa guerra terminaria com a expulsão dos franceses e o estabelecimento de dois países, separados pelo Paralelo 17, conforme acordo firmado em Genebra.

A partir de então, o Vietnã do Norte passou a ser controlado pelos comunistas e, o Sul, por elementos locais, apoiados pelos EUA.

Derrota francesa em Dien Bien Phu

O envolvimento dos EUA

Em seguida, os autores relatam, de forma bem objetiva, o crescente envolvimento dos Estados Unidos da América no conflito, apresentando as razões do então presidente, John Kennedy e de seu sucessor, Lyndon Johnson. Nessa abordagem, explicam as motivações políticas de ambos, no quadro da Guerra Fria em que estavam inseridos.

Finalmente, encerram essa parte inicial do livro relatando a participação crescente dos conselheiros militares junto ao Exército do Vietnã do Sul. Também relatam o Incidente de Tonquim, que causou a entrada definitiva dos EUA no conflito.

Lyndon B. Johnson

A escalada da guerra

Na sequência da obra, os autores exploram as ações de guerra empreendidas pelas forças norte-americanas.

Por meio de infográficos, mapas  e muitas fotos, vão ambientando o leitor no cenário da batalha. Nessa tentativa, incluem boxes contendo explicações sobre os armamentos, equipamentos, forças em presença no conflito, personagens e incidentes marcantes.

Nesta parte do livro, são apresentadas as campanhas de bombardeio ao Vietnã do Norte; as operações conduzidas em terra e suas principais batalhas, no Vietnã do Sul; a guerra secreta travada tanto no sul como nos países adjacentes e, até, no Norte; as ações da aviação naval dos EUA; e a atuação do Corpo de Fuzileiros Navais, na região da Zona Desmilitarizada, entre os dois rivais.

O livro mostra, ainda, os diferentes ambientes operacionais que abrigaram as lutas entre as forças norte-americanas e o Vietcong e o exército regular do norte.

Os autores conduzem a apresentação da guerra até o seu clímax, com a  Ofensiva do Tet e seus desdobramentos para a sequência do conflito.

O helicóptero foi um meio largamente empregado na guerra do Vietnã, pelas forças dos EUA

Fronte doméstico dos EUA

Além de descrever as batalhas, os armamentos, as tropas e a crueldade do conflito no terreno, os autores não deixam de abordar o trauma causado pela guerra na sociedade americana.

Em meio ao cenário já turbulento dos anos 1960, que acentuava as divisões naquele país, a obra retrata os protestos, a violência, o recrutamento, a atuação da mídia, o envolvimento de personalidades no movimento contra a guerra, os personagens das disputas políticas e a eleição de Richard M. Nixon.

A Vietnamização do conflito

Com a ascensão de Richard Nixon ao poder e a intenção de retirar as forças americanas do conflito, como prometido em sua campanha à presidência, foi iniciado um lento processo para essa retirada, que recebeu o nome de Vietnamização.

Os autores tratam dessa retirada progressiva, e de suas consequências para a luta e para o destino do Vietnã do Sul.

A seguir, mostram as últimas grandes campanhas aéreas e terrestres, ainda com o apoio dos norte-americanos, culminando com a Ofensiva de Páscoa, em 1972, quando o exército do sul, com a  ajuda dos EUA, deteve a ofensiva do norte.

Por fim, os autores apresentam as conversações entre norte-americanos e norte-vietnamitas em Paris, que resultaram em um  acordo para a saída dos EUA da guerra.

A derrota do sul e o legado da guerra

Nos capítulos finais, o livro descreve a luta final do Vietnã do Sul e a tomada de sua capital, Saigon, por forças do norte.

Os autores apresentam os dramáticos momentos finais de Saigon, em meio à açodada evacuação da embaixada americana e ao desespero dos vietnamitas do sul, lutando por um lugar nos últimos helicópteros a deixarem a capital.

Todo esse drama foi acompanhado pelas lentes das câmeras de TV e dos fotógrafos, que mostraram ao mundo a chegada dos vitoriosos. Era o fim dos vãos esforços dos EUA para conter a expansão comunista no sudeste asiático.

Por fim, os autores apontam os legados desse traumático conflito para a sociedade americana e o preço pago pelos vietnamitas pela sua independência.

Um livro completo – A História da Guerra do Vietnã

A História da Guerra do Vietnã é um excelente livro para aqueles que desejam conhecer todos os aspectos e as múltiplas facetas desse conflito que marcou a  história do século XX.

De leitura fácil, suas páginas são entremeadas por elementos visuais e textos em destaque, que explicam ao leitor as peculiaridades daquele evento e facilitam a sua compreensão por pessoas não afetas à cultura militar.

Ao final, o livro traz a cronologia do conflito, um resumo das estatísticas e um índice remissivo bem abrangente.

Finalizando, recomendo com empenho essa obra, como recurso inicial para um mergulho nesse marcante e importante conflito. O interessado poderá aprofundar-se, posteriormente, por meio de trabalhos específicos para cada uma de suas particularidades.

Para saber mais:

A HISTÓRIA DA GUERRA DO VIETNÃ

Makron Books do Brasil Editora  Ltda

São Paulo – 2016

Disponível na Amazon (clique no Link acima)

A História da Guerra do Vietnã

1 comentário em “A História da Guerra do Vietnã”

Deixe um comentário

treze − sete =