Cerco e ataque à Kiev

No dia 6 de dezembro de 1240, o exército mongol conquistava e saqueava a cidade de Kiev, após um implacável ataque, que se seguiu ao cerco.

A invasão mongol ao oeste tivera início no final de 1237, sob a liderança de Batu Cã, neto de Gengis Cã, que tinha seu exército sob o comando do general Subutai, que fora o principal estrategista do seu avô.

Após uma série de vitórias, a vanguarda mongol, sob o comando de Mongke, primo de Batu Cã, alcançara as cercanias da cidade, que foi instada a render-se, tendo os emissários mongóis sido executados pelo comandante da praça, Dimitro.

Cerco e ataque

O exército mongol, então, após derrotar uma força enviada em socorro à cidade, acampou nos seus arredores, cercando-a. No dia 28 de novembro de 1240, iniciou o bombardeamento do seu interior, por meio de catapultas.

Após dias de bombardeio, os mongóis lograram abrir uma brecha nas muralhas de Kiev e invadiram a cidade, engajando-se em combate corpo-a-corpo com seus defensores, que sofreram baixas pesadas, sendo forçados a retrair para o centro da cidade.

No dia seguinte, os mongóis realizaram o assalto final e venceram o combate por Kiev, passando a saquear a cidade.

Massacre e a destruição de Kiev

Dos mais de 50 mil habitantes de Kiev, apenas cerca de 2 mil sobreviveram ao massacre. Entre eles estava Dimitri, o líder dos defensores, que fora ferido por uma flecha. Dimitri seria poupado pelos vencedores, em respeito à sua bravura.

Quanto à cidade de Kiev, sua maior parte fora incendiada e, das suas quarenta principais edificações, apenas seis restaram em pé.

A cidade levaria centenas de anos para se recuperar da batalha. Esse evento abriu espaço para Moscou começar o seu florescimento, sob o domínio mongol.

A vitória mongol em Kiev abriu caminho para o seu prosseguimento em direção à Polônia e Hungria e posterior conquista de grandes extensões da Europa Oriental e dos Bálcãs.

Como vemos, a guerra é uma sobra que cobre a Ucrânia há tempos…

Saiba mais em

GENGHIS KHAN: HIS CONTESTES, HIS EMPIRE, HIS LEGACY, de Frank McLynn – Capo Press – 2016.

Deixe um comentário

3 × quatro =