The Vietnam War – a Graphic History

Trata-se de um livro em quadrinhos, que retrata o envolvimento norte-americano no Vietnã, sob as expressões política, militar e psicossocial, além do aspecto humano e os impactos da guerra sobre a sociedades americana e vietnamita. “The Vietnam War a Graphic History” é uma obra de arte, pela qualidade das ilustrações; e uma peça de historiografia sobre a guerra, pelo seu conteúdo amplo e abrangente.

Combatente feminina do Vietcong em ação

Prefácio

O livro é aberto com um prefácio de autoria do General (US Air Force – Ret) Chuck Horner, que pilotou aeronaves caças-bombardeiros e de supressão de defesas antiaéreas na Guerra do Vietnã, nos dois períodos de serviço que cumpriu naquele conflito, em 1965 e 1967.

Muitos anos mais tarde, já como General de quatro estrelas, Horner comandou o vetor aéreo das operações Desert Shield e Desert Storm, em 1990-1991, englobado todas as unidades aéreas norte-americanas e dos países da coalizão formada para expulsar os invasores iraquianos do Kuwait, na Guerra do Golfo.

No prefácio, Horner cita a complexa trama política que interferiu na ação dos militares, durante a Guerra do Vietnã, contribuindo decisivamente para o fracasso, comparando-a com a Guerra do Golfo, na qual os políticos de Washington não cometeram os mesmos erros, o que foi decisivo para o sucesso naquele conflito.

Ao final, exalta o trabalho dos autores da obra, ressaltando sua competência e clareza ao descreverem o conflito através do tempo e as variadas nuances do que denomina como “tragédia americana”.

Comprometimento

A primeira parte do livro é dedicada a explicar o crescente envolvimento dos Estados Unidos no Vietnã, desde os anos 1950. Inicialmente, com um modesto apoio econômico e militar à França, que lutava contra o Vuetminh para manter sua colônia na Indochina.

Em seguida, os autores citam o aumento dessa ajuda e o envio de conselheiros políticos, por Eisenhower, ao sul vietnamita, que começava a sofrer com as ações do norte, onde Ho-Chi-Minh, vitorioso sobre os franceses, tentava unificar o país sob um regime comunista. Para conter essa expansão, John Kennedy enviaria as Forças Especiais (boinas-verdes) para treinar o exército do Vietnã do Sul.

Após o assassinato de seu antecessor, Lyndon Johnson assume a presidência e a gestão da crise no Vietnã.

Em tiras muito bem desenhadas, que retratam as cenas com precisão e bem ajustadas ao texto, o livro explica o início do atoleiro norte-americano, marcado pelo “Incidente do Golfo de Tonquim”. Na sequência, relata a retaliação e as primeiras operações militares, como a “Rolling Thunder”, uma campanha de bombardeios a alvos no Vietnã do Norte. O desembarque dos Marines em Danang, em março de 1965, e o início das operações terrestres no Vietnã do Sul são abordados, bem como o abandono das políticas sociais planejadas por Johnson para o fronte doméstico, cujo carro-chefe era o programa “The Great Society”.

Por fim, esse capítulo é encerrado com a descrição da Batalha de Ia Drang Valley, ocorrida em novembro de 1965, quando houve o primeiro confronto significativo entre o Exército dos EUA e o Exército regular norte-vietnamita. Esse embate seria marcante para o desenrolar da guerra, pois fora a oportunidade de os vietnamitas do norte aprenderem os Modus Operandi dos soldados americanos, e como teriam de combate-los, para superar sua tecnologia e poder de fogo superiores.

A luz no fim do túnel

Na segunda parte, o livro descreve ações das tropas norte-americanas pelo Vietnã do Sul, contra o Vietcong e as forças regulares do norte. Mostra o aumento das tropas e, ao mesmo tempo, o crescente sentimento de frustração da sociedade americana sobre as razões do envolvimento na guerra.

Com habilidade, os autores apresentam as lutas em vários cenários e ambientes, os primeiros ataques ao fluxo logístico do norte para o sul, na Trilha Ho Chi Minh, o uso de desfolhantes químicos pelos americanos e os esforços políticos da administração Johnson para prover mais tropas para o General Westmoreland, comandante americano no Vietnã do Sul.

1968: o ano que chocou o mundo

Na continuação, os quadrinhos retratam com precisão os turbulentos acontecimentos desse ano marcante para a guerra e para a sociedade americana.

Mostram o mergulho na guerra, cada vez mais acirrada e mortal; e o trauma causado pela Ofensiva do Tet, com a violenta reação americana e a neutralização do Vietcong. A ação da imprensa na guerra, junto aos combatentes, também é enfatizada na obra.

 Os autores apresentam os protestos dos estudantes e o crescimento do movimento antiguerra, nos EUA, com o envolvimento crescente de artistas e políticos. Esse movimento causou verdadeiras batalhas nas ruas e nos campi universitários do país.

No campo de batalha, o General Abrams assume o comando norte-americano, um cargo pouco invejado na América.

No campo político, pode-se acompanhar a corrida à Casa Branca, com a desistência de Johnson, o assassinato de Bob Kennedy e a vitória de Nixon.

O emprego do helicóptero foi uma das marcas da Guerra do Vietnã

Vietnamização

A obra passa a enfatizar os anos iniciais de Nixon como Presidente dos EUA e as mudanças promovidas por ele para a continuidade da guerra.

Cumprindo promessa de campanha, de retirar os EUA do Vietnã, Nixon inicia a Vietnamização, a retirada gradual das tropas e sua substituição por tropas sul-vietnamitas.

Em meio a essa retirada, a obra descreve o drama dos POW norte-americanos no Vietnã do Norte e a tentativa de resgate em Son Tay .

Nesse capítulo, são detalhadas, também, as ações militares no Camboja, para neutralizar santuários norte-vietnamitas próximos à fronteira do Vietnã do Sul, e a Ofensiva de Páscoa do Vietnã do Norte, que foi sustentada, após meses de combate, pelas forças do sul, com apoio aéreo norte-americano.

Em meio à guerra, o livro mostra a vitória esmagadora de Nixon nas eleições de novembro de 1972, que lhe concederam mais um mandato presidencial.

Por fim, são retratadas as conversações de Paris, entre americanos e norte-vietnamitas, e os empecilhos para a paz. Então, é apresentada a última e decisiva cartada de Nixon para chegar a um acordo, a Operação Linebaker II, que alcançou seus objetivos, forçando os norte-vietnamitas a voltarem à mesa de negociações e a selarem um acordo de paz.

Em janeiro de 1973, a Guerra do Vietnã encerrava-se para os EUA, com o retorno dos prisioneiros de guerra.

Esquecendo e relembrando

Na última parte, a obra discorre sobre a renúncia de Richard Nixon e os lances finais da guerra. Mostra a vitória final do Vietnã do Norte e a reunificação do país sob os comunistas, em 30 de abril de 1975.

Finalmente, trata do esquecimento da guerra nos EUA e do fenômeno da relembrança, com a instalação de estátuas e do Vietnam Memorial Wall, na capital do país, em 1982.

Extras de “The Vietnam War – a Graphic History”

O livro contém, ainda, um posfácio que traz explicações mais detalhadas sobre alguns fatos, termos e situações que envolveram o período da Guerra do Vietnã.

Também traz sugestões de livros e páginas da Internet que tratam mais profundamente do conflito e dos temas a ele afetos, abordados na obra.

Os autores

Essa interessante e singular obra é de autoria de Dwight Jon Zimmerman e Wayne Vansant.

Zimmerman foi editor na Marvel Comics e escreve sobre assuntos militares para vários veículos e publicações especializadas. Escreveu First Command, que se transformou em minissérie no Discovery Channel.

Vansant serviu na Marinha dos EUA, durante a Guerra do Vietnã. Participou do projeto da Marvel que apresentou uma série em quadrinhos sobre a guerra, intitulada The ‘Nam”*. Varsant é autor de vários trabalhos de ilustração sobre História Militar, da Guerra Civil à Guerra da Coreia.

*(O conflito do Vietnã, publicada no Brasil pela Editora Abril, entre 1989 e 1991).

O livro, em capa dura, está no idioma original. Vem com sobrecapa colorida, contendo 143 páginas e oferece uma excelente e agradável experiência sobre um dos acontecimentos marcantes do século XX.

Confira em:

THE VIETNAM WAR – A GRAPHIC HISTORY

Dwight Jon Zimmerman e Wayne Vansant

Hill and Wang

New York – 2009

Disponível na AMAZON (Link).

The Vietnam War – a Graphic History

Deixe um comentário

seis + dezenove =